Dicas de atividades para entreter as crianças durante o isolamento social

É hora de nos unirmos, cuidar de nós e do próximo, evitar aglomerações e sair de casa o mínimo possível. Nesse momento, as aulas estão suspensas e a crianças não podem saír para brincar com os coleguinhas. E agora, o que fazer com tanta energia acumulada?

A dica é soltar a imaginação e abusar de atividades corporais, como correr, pular, dançar. Também estão liberadas as abrincadeiras artísticas como pintar, colorir, brincar de massinha e construir brinquedos com caixa de papelão. É importante utilizar muitos recursos lúdicos como músicas, histórias, brinquedos e atividades ao ar livre em caso de isolamento temporário.

Em isolamento mais restrito o uso de telas e eletrônicos pode ser realizado, desde que seja limitado e supervisionado.
É preciso ter cuidado com o uso de tela em relação às crianças menores. De acordo com a OMS bebês menores de 12 meses de vida não devem ser expostos ao uso de eletrônicos, e crianças até os 5 anos não devem passar mais de 60 minutos frente às telas.

Brinque para incentivar hábitos de higiene.
De acordo com a profissional, o diálogo é a mehor forma de evitar o pânico e que a criança deve ser orientada sobre os hábits de higiene, além disso a medida que a criaça apresentar dúvidas, é importante atentar-se a responder somente o necessário. A dica é transformar o momento do banho e da higienização em brincadeira.

Contação de histórias on-line
A mobilização de todos e a facilidade gerada pela conexão também proporciona o compartilhamento de ações como a contação de histórias que estã acontecendo em formato de lives em diferentes perfis no Instagram.

A atriz Fafá é contadoras de histórias e desenvolveu o projeto “Fafá Conta” em que faz lives com leituras diferentes todos os dias da semana às 10h30 em dias de segunda, quarta e sexta e às 16h30 nas terças e quintas.

Fonte: A Gazeta