Rotina nas férias: por que é importante?

Será que é importante manter uma rotina nas férias escolares? Descubra agora!

O período de férias é sinônimo de diversão, flexibilidade e muitas doses de descanso. Muitos pais, no entanto, ficam na dúvida se devem manter uma rotina nas férias ou se deixam esse assunto pra lá e voltam a pensar sobre ele na volta às aulas.

A verdade é que vai depender de diversos fatores: a idade da criança, o número de filhos, quanto tempo a família terá de férias etc.

De qualquer forma, definir as regras e planejar os horários e tarefas durante os dias de descanso, facilitará (e muito) a organização desse período, assim como manter as rotinas básicas alinhadas também é importante.

Porque sim, embora mais flexibilizadas, manter uma rotina nas férias tem sua importância, já que além de a rotina dar consistência às inúmeras atividades diárias, ela representa estabilidade.

Quer saber mais sobre como manter uma rotina nas férias? Continue comigo e boa leitura!

Children Playing in Sprinkler

Children Playing in Sprinkler

Rotina nas férias, como proceder?

Embora não precise ser levada tão à risca, manter uma rotina ativa durante as férias escolares é importante. Sobretudo no caso de crianças pequenas, muito mais propensas ao estresse.

Se elas já estão acostumadas com uma rotina equilibrada e bem elaborada, esse modelo deve ser mantido independentemente de onde estejam. Veja como montar uma pequena rotina de férias para os dois maiores pilares da saúde física e mental dos pequenos:

  • Alimentação

A regra aqui é manter os horários das refeições estáveis – café da manhã, almoço e jantar –, não pular refeições e nem petiscar entre uma e outra.

É importante tentar manter uma alimentação saudável e resistir à tentação de escolher comidas congeladas ou fast-foods. Lembre-se que ter uma alimentação equilibrada e completa é fundamental para o bom desenvolvimento físico e intelectual do seu filho.

  • Sono

Para manter o sono dos seus filhos bem preservado, o ideal é manter a estabilidade nos horários. Caso a criança tenha menos de 6 anos de idade, por exemplo, ela ainda precisa tirar um cochilinho após o almoço. Para a hora de dormir, recomendo que você evite que seu filho faça atividades energéticas antes de ele ir deitar, pois isso pode ocasionar ansiedade.

Tome nota: alterar a rotina do sono têm consequências diretas para o bem-estar da criança. Portanto, quanto mais instável for essa rotina, maiores as chances de haver consequências negativas para a criança. Ex: irritação, aborrecimento, sonolência e birras.

Tabela do tempo de sono

Veja a seguir qual é a quantidade de horas de sono ideal para cada fase do seu filho:

  • Crianças de 4 a 12 meses: devem dormir de 12 a 16 horas por dia (incluindo sonecas);
  • Crianças de 1 a 2 anos: devem dormir de 11 a 12 horas por dia (incluindo sonecas);
  • Crianças 3 a 5 anos: devem dormir de 10 a 13 horas por dia (incluindo sonecas);
  • Crianças 6 a 12 anos: devem dormir de 9 a 12 horas por dia.

Dicas para aproveitar ao máximo esse período

  • Computadores e videogames? Prefira o mundo real

Que a tecnologia é uma forma de divertimento ninguém duvida. Inclusive, nas férias fica mais frequente o uso de computadores e videogames pelas crianças. Entretanto, deixá-las horas e horas fazendo somente isso pode ser prejudicial.

Sendo assim, regule o tempo de uso para que a criança tenha a oportunidade de fazer outras atividades, como ler ou brincar ao ar livre.

  • Dê olho na comilança

Os horários corretos das refeições precisam se manter durante as férias, juntamente com o hábito de se alimentar com qualidade. Qualquer grande perturbação na dieta dos seus filhos pode atrapalhar todos os seus esforços em busca de uma alimentação saudável e balanceada.

  • Incentive as atividades físicas

Sem aulas, sem movimentação. É batata! Nas férias as crianças tendem a ficar jogadas no sofá ou fazendo atividades que não envolvam a prática de atividades físicas e ao livre. Sua missão, neste caso, é mudar este quadro.

Incentive seu filho a praticar esportes, mostre os benefícios que essa prática pode trazer a ele e diga que manter a saúde em dia é fundamental para que ele possa brincar e se divertir ainda mais.

  • Entre na onda

Pesquise por atividades que englobem uma rotina de férias. Uma boa pedida neste sentido é aproveitar para ir ao parque, passear com seus cachorros, brincar de esconde-esconde, pega-pega etc.. Além de muito divertido, fazer esse tipo de atividade fortalece os vínculos de união e cumplicidade entre os familiares.

  • Convide os amigos das crianças

Convide os amigos do(s) seu(s) filho(s) para passarem um dia em sua casa. Façam piquenique, joguem bola, nadem…

Fazendo isso você estimula o exercício em sociedade, essencial para a vida adulta. Uma outra dica bacana é promover uma noite do pijama. Assim, os vínculos estarão bem firmados até que as aulas retomem.

  • Desbravem o bairro

Aproveite o período de férias e chame as crianças para desbravar o bairro junto com você.

Ir em praças e parques, por exemplo, são ótimas opções de atividades ao ar livre. Vocês podem andar de patins, bicicleta, skate… Vale tudo para aproveitar muito bem os dias de descanso.

  • Pré-volta às aulas

Tendo em vista os horários mais flexíveis das férias, é recomendado voltar à normalidade da rotina alguns dias antes de o ano letivo começar. Aqui, você consegue enxergar o porquê de uma rotina – mesmo que flexível – durante as férias ter sido importante. A criança vai voltar mais facilmente para seus horários e ainda por cima estará bem-disposta para começar o ano com o pé direito.

Moral da história? Para uma boa rotina de férias, equilíbrio.

Viu como não tem muito segredo para conseguir proporcionar momentos de diversão para o seu filho sem se descuidar das regras?
Fonte: http://institutocrispoli.com.br/